23 de mar de 2008

Nos livros que folheio,te leio !
Nos desenhos que faço,te traço !
Nas paisagens que almejo,te vejo !
No murmúrio das ondas,te ouço !
No ar que respiro,te sinto !
Nas idéias que tenho,te penso !
Nos trabalhos que faço,te acho !
E confesso :Liberta, sofrida,
de espera entorpecida,
na fonte da vida,
na estrada que piso,
te preciso !
Allah Maak

Nenhum comentário: