31 de mar de 2008




Se me esqueceres, só uma coisa,
esquece-me bem devagarinho.

Nenhum comentário: