1 de abr de 2008

"Nunca o silêncio gritou tanto, nas ruas de minha memória."

Nenhum comentário: