16 de set de 2008

“Qualquer caminho é apenas um caminho e não constitui insulto algum – para si mesmo ou para os outros – abandoná-lo quando assim ordena seu coração...
Olhe cada caminho com cuidado e atenção. Tente-o tantas vezes quanto julgar necessárias...Então, faça a si mesmo e apenas a si mesmo uma pergunta:
possui esse caminho um coração?
Em caso afirmativo, o caminho é bom.
Caso contrário, esse caminho não possui importância alguma.”

Carlos Castañeda

Nenhum comentário: