30 de jun de 2009



"Oh! não me chames coração de gelo!
Bem vês: traí-me no fatal segredo.
Se de ti fujo é que te adoro e muito!
És bela eu moço; tens amor, eu medo!"

Casimiro de Abreu

Nenhum comentário: