2 de out de 2009


[...]
Tu e eu, amor meu,
Estamos juntos,
juntos desde a roupa às raízes,
juntos de outono, de água, de quadris.

Pablo Neruda

Nenhum comentário: