4 de jun de 2010

Sou um ser perdido em mar de abdicações,
fogo ardente nas promessas dos beijos em que te ocultas.

Carlos Manuel

2 comentários:

Carlos Gonçalves disse...

Querida Claudia, esta é uma máxima da vida, vamos vivendo de cedência em cedência, muitas vezes abdicando daquilo que mais amamos.
De qualquer modo, vamos mantendo o fogo aceso, na convicção das nossas convicções, na certeza das nossas esperanças, no viver, mesmo na ilusão, das nossas paixões...
Beijo, Claudia, em ti.
Carlos

Endim Mawess disse...

SEU BLOG É UM MAR SIM...SÓ QUE DE INSPIRAÇÃO E POESIA. ABRAÇOS