3 de jan de 2011

Porque é tão ansiosamente que espero por ti ?

 
Porque é tão ansiosamente que espero por ti?

se nenhuma luz mais cabe no terror de mim?

Luis Filipe Castro Mendes, in "Seis Elegias"

Nenhum comentário: