19 de jun de 2008


Saudades
de Florbela Espanca

Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar,
Mais doidamente me lembrar de ti!

(...)

Nenhum comentário: