12 de out de 2008

Sou uma mulher madura, que às vezes brinca de balanço.
Sou uma criança insegura, que às vezes anda de salto alto.

Martha Medeiros

Nenhum comentário: