30 de abr de 2010

“Penso em Madalena com insistência. Se fosse possível recomeçarmos...
Para que enganar-me? Se fosse possível recomeçarmos, aconteceria exatamente o que aconteceu.
Não consigo modificar-me, é o que mais me aflige.”

Do romance “São Bernardo, Graciliano Ramos

Nenhum comentário: