9 de dez de 2012

O Teu Olhar nos Meus Olhos


Sempre onde tu estás 
Naquilo que faço 
Viras-te agarras os braços 

Toco-te onde te viras 
O teu olhar nos meus olhos 

Viro-me para tocar nos teus braços 
Agarras o meu tocar em ti 

Toco-te para te ter de ti 
A única forma do teu olhar 
Viro o teu rosto para mim 

Sempre onde tu estás 
Toco-te para te amar olho para os teus olhos. 

Harold Pinter, in "Várias Vozes"

Nenhum comentário: