4 de dez de 2012

A liberdade é irmã da solidão." (Léa Waider)


 “Quero ficar só. Gosto muito das pessoas, 
mas às vezes tenho essa necessidade voraz de me libertar de todos.
 Enriqueço na solidão: fico inteligente, graciosa,
 e não esta fria ressentida que me olha do fundo do espelho.
 Ouço duzentos e noventa e nove vezes o mesmo disco, lembro poesias, dou piruetas, 
sonho, invento, abro todos os portões, e quando vejo a alegria está instalada em mim.”

(temos muito em comum Lygia Fagundes Telles)


Nenhum comentário: